segunda-feira, 5 de abril de 2010

Medos e traumas



"Queria ser doutor pra te salvar com vida, mas no seu tempo eu sou horário de visita. Você entende só o que lhe convém. Não sou complicado entender." MELHOR ASSIM: GRAM


"Te dei comida, velei teu sono, fui teu amigo, te levei comigo e me diz: pra mim, o que é que ficou? [...]Acho que te amava. Agora, acho que te odeio. São tudo pequenas coisas e tudo deve passar"MENINOS E MENINAS: LEGIÃO URBANA


Vivemos uma época de corações partidos, almas feridas.... pessoas que se isolam do mundo e se permitem apenas ter pena de si mesmos.

Parece uma praga que se alastra, o vírus do coração partido, do nunca mais vou ser feliz, do não posso me envolver... quem sabe ela volta pra mim....

Minha gente, ela pode até voltar, mas até lá a vida ta ai.... vamos viver e amar muito!!!

O coração é um músculo e como tal tem de ser exercitado, ele pode sim sofrer lesões, mas isso faz parte.

Eu falo por mim, tenho sonhos mas mesmo que estes sonhos não aconteçam, minha vida é maravilhosa, muito boa. Tenho um bom emprego (pra minha região eu ganho muito bem para não fazer nada), tenho meu carro, amigos (reais e virtuais), uma namorada, etc...

Mas se eu ficasse ali chorando o fim do meu casamento... eu me pergunto? onde eu estaria?

Vamos viver, passa uma cola neste coração partido e volta a viver, saudades sempre vamos ter, mas sempre podemos encontrar pessoas dispostas a estarem conosco.

Nenhum comentário: